PLANTÃO POLICIAL

[Policial][bleft]

VARIADAS

[Categorias][bsummary]

CIDADES

[Cidades][twocolumns]

Guadalupe, 90 anos o seu legado é a sua Verdadeira História


Neste dia 11/07, o vereador Odair Holanda surpreendeu toda a população guadalupense, com um texto em forma de documento, questionando o porque da prefeitura da cidade de Guadalupe no Piauí, comemorar o aniversario de emancipação da cidade sempre no dia 25 de agosto, já que o vereador provou que nos registros de emancipação da cidades, consta que a data exata é dia 11 de Agosto e não no dia 25 como a prefeitura está programando a festa.
Ofato mais curioso é que a permuta da data do dia 11 de agosto para dia 25, é só simplesmente porque o prefeito da época, deu uma de imperador romano, querendo tornar o dia do seu nascimento celebre e ser lembrado sempre quando comemora o dia de emancipação politica da cidade.

Segue abaixo o belo texto afirmativo do vereador Odair Holanda 
Guadalupe foi elevada à categoria de Município pela Lei Estadual 1251 de 11/07/1929, com a denominação de Porto Seguro, sendo desmembrada de Jerumenha.
.
Pelo Decreto Estadual n° 1279 de 26/07/1931, o Município é extinto, sendo seu território anexado ao município de Jerumenha.
.
Elevado novamente a categoria de Município com a denominação de Porto Seguro, pelo Decreto Lei Esatadual n° 52 de 20/03/1938, desmembrado de Jerumenha e instalado em 01/01/1939.
.
Pelo Decreto Lei Estadual n° 754 de 30/12/1943, o Município de Porto Seguro passou a denominar-se Guadalupe.
.
Portanto, inexiste na história de Guadalupe a data de 25 de agosto, a não ser na arrogância de um Prefeito que colocou na cabeça da população que o aniversário de Guadalupe era no dia do seu próprio aniversário, como diz o Velho ditado popular "UMA MENTIRA CONTADA 1000 VEZES ACABA VIRANDO UMA VERDADE".
.
A verdadeira data de fundação do Município de Guadalupe é 11/07/1929, assim hoje Guadalupe está completando 90 anos de emancipação. Parabéns Guadalupe e que a sua verdadeira história possa prevalecer!
Nas fotos a antiga e bucólica Guadalupe, que hoje está submersa pelas águas do Parnaíba.




Um comentário: