PLANTÃO POLICIAL

[Policial][bleft]

VARIADAS

[Categorias][bsummary]

CIDADES

[Cidades][twocolumns]

Exemplo a ser seguido, Prefeito valoriza a classe de Servidores Públicos Municipais e paga Precatórios do Fundef



Os professores do município de Graça, na Regional da Serra de Ibiapaba, conquistaram no dia (22/08) a liberação do pagamento do Precatório do Fundef. Cerca de R$ 6 milhões foram revertidos aos profissionais do magistério. Além disso, foi concedido um salário mínimo a cada funcionário da educação não professor.

O prefeito da cidade, Augusto Brito, diferentemente da administração anterior, da ex-prefeita Iraldice de Alcântara, assumiu o compromisso com as categorias beneficiadas e fechou acordo junto ao Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Pacujá e Graça (Sindsep). De acordo com a Prefeitura, os valores devem estar nas contas dos educadores já nesta quinta-feira (24/08), haja vista que os recursos levariam 48 horas para serem compensados.

“Cumprirei o compromisso que fiz com cada um de nossos professores, classe que merece bastante reconhecimento e valorização. (…) Estaremos realizado o pagamento aos professores que aguardam por esse tão sonhado dinheiro, como também o comércio de nossa cidade, que certamente dará uma alavancada com a circulação desses valores”, comemorou Augusto Brito, em sua página do Facebook.

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Guadalupe(SINDSERM), está a algum tempo lutando para que a prefeita municipal do município, possa pagar a eles os Precatórios Fundef, mesmo que a gestora diz que não foi promessa da sua campanha e parece não ser prioridade no seu governo, e que para ela não é uma obrigação realizar o pagamento, a prefeita deveria pelo menos valorizar a classe de servidores, já que a maioria deles fizeram campanha em apoiaram ela na eleição de 2016.

Mesmo assim o SINDSERM, não desiste e vem batalhando a algum tempo para que possa confirmar esse direito garantido pela justiça, Pois os precatórios é um direito concedido a cada um deles, infelizmente a classe que deveria mais ser valorizada no município, é colocada de lado pela gestão atual

O recebimento deste dinheiro pode dar uma alavancada na economia da cidade, onde o comercio e toda área econômica vai gerar renda e só a cidade sai ganhando.


Nenhum comentário: