Lorena não ganha o MasterChef

O paulista Rodrigo Massoni foi o grande vencedor do MasterChef 2019. Com o resultado, restou à piauiense Lorena Dayse o segundo lugar do reality de culinária mais importante do país, por força da decisão dos jurados Érick Jacquin, Paola Carosella, Henrique Fogaça.

"Pedi a Deus que hoje ele traçasse o melhor caminho para mim, e Ele decidiu que o melhor era isso. Vou ter mais liberdade de decidir o que eu quero da minha vida", comentou Lorena em uma live com seguidores no Instagram, logo após a transmissão do programa na Band. 

A piauiense revelou ainda que a filha, Maria Luisa, chorou bastante por conta do resultado. "Está bem abaladinha. Com o passar do tempo vai entender que foi o melhor para ela", conta.

Sobre o menu servido na final, Lorena disse que estava bastante segura, e que não mudaria nada das receitas servidas. "Foi um menu nordestino lindo. Eles [jurados] mesmos não conseguiram dizer nada do meu menu. Me enche de orgulho. Não mudaria absolutamente nada. Foi por esse menu que eu lutei", explica.
Mesmo não tendo levado o troféu e o prêmio de R$ 250 mil, Lorena não teve sérios problemas de execução ao longo da final.

A entrada, primeiro prato servido, tinha o caranguejo como estrela principal. Sua ideia, ela explicou, era fazer uma referência ao Delta do Piauí, com ingredientes característicos da região. "A ideia é que parecesse o fundo do mar", disse aos jurados. O prato rendeu comentários não só pelo bom sabor, mas pelo toque de modernidade.

Para o prato principal, Lorena escolheu fazer carneiro ao molho, acompanhado de baião de dois de feijão verde. A carne, ela admite, não chegou no ponto em que queria. A escolha, disse a piauiense, foi para homenagear a Serra da Capivara.

Na sobremesa, um sorvete de coco e abacaxi servido com crumble de mel com pólen. Uma forma de homenagear a região de Picos, em seu potencial para a apicultura e produção de mel. A sobremesa foi elogiada. A chef Paola, por exemplo, degustou o prato até o fim, e disse que o prato estava bem melhor que os dois anteriores servidos pela piauiense.

Mas não foi o suficiente para superar Rodrigo. Na entrada, o paulista serviu tortellini de camarão em caldo asiático. O prato principal foi barriga de porco ao molho agridoce com vinagrete de feijão manteiguinha de Santarém. Fechando o menu, levou aos jurados sorvete de coco, gengibre e limão com farofa de gergelim.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.