Piauí tem segundo maior crescimento do PIB do país; agricultura aumentou 130%

O Piauí cresceu 7,7% em 2017, de acordo com os dados do Produto Interno Bruto (PIB), divulgado nesta quinta-feira (14), no Palácio de Karnak. Com o resultado, o Piauí teve o segundo maior crescimento do país, atrás apenas do estado do Mato Grosso, cujo crescimento foi de 12,1%.

O crescimento nacional foi de 1,3%, e o do Nordeste foi de 1,6%. Portanto, o Piauí permanece com expansão superior à registrada no país e na região.

Em 2017, o estado apresentou um PIB de R$ 45,36 bilhões. O maior destaque foi o setor da Agricultura, que aumentou em torno de 130% por causa da regularização das chuvas. A indústria de geração de energia eólica também ajudou bastante no resultado.

O secretário do Planejamento, Antônio Neto, foi quem apresentou os dados. Ele citou que o setor de Serviços tem o maior peso na geração de riquezas do estado e teve alta de 2% em 2017 em relação ao ano anterior. Em termos de valor, foram mais significativas as atividades de: administração, educação, saúde pública e comércio.

"O Piauí se consagra no radar de uma economia mais dinâmica e competitiva", comemora o secretário.

Agropecuária

A agropecuária é o setor que mais elevou sua participação no PIB do estado. Era 5,1% em 2016 e ficou em 9,4% em 2017, uma alta de 4,3 pontos percentuais.

A produção dos cerrados apresentou expansão nas principais culturas: arroz, feijão, milho e algodão. A cultura da soja continua com o maior destaque, mais que dobrando a produção de um ano para o outro, com alta de 211,9%.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.