Bolsonaro diz que “estão investigando” morte de ex-PM

Neste domingo (16), o presidente Jair Bolsonaro voltou a comentar a morte do ex-PM Adriano da Nóbrega. A jornalistas no Palácio da Alvorada, ele falou da nota divulgada na noite deste sábado (15) e negou que esteja tentando partidarizar o assunto.

Adriano era acusado de ser integrante de um grupo de assassinos profissionais, de chefiar uma milícia e ainda de ser sócio da contravenção no Rio de Janeiro. Ele foi morto durante uma ação policial na Bahia. Ao comentar o episódio, Bolsonaro disse que as investigações estão em curso.

– Estão investigando e espero que cheguem a um bom termo – apontou.

Sobre a nota, o presidente afirmou que a intenção dela era dar uma resposta à Rede Globo, que divulgou apenas declarações do governador da Bahia, Rui Costa (PT). No texto, o presidente afirmou que a morte do ex-PM é um episódio “semelhante à queima de arquivo do ex-prefeito Celso Daniel”.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.