PLANTÃO POLICIAL

[Policial][bleft]

VARIADAS

[Categorias][bsummary]

CIDADES

[Cidades][twocolumns]

Divulgados nomes dos mortos e presos acusados da morte de cabo no Piauí


A Secretaria Estadual de Segurança Pública, através da Força Tarefa, divulgou no domingo (1º ) os nomes de dois homens mortos e de três pessoas presas acusadas de envolvimento no assassinato do cabo Raimundo Alves Oliveira, estudante do Curso de Formação de Sargento (CFS), às 6h, na frente de sua casa, no bairro Novo Horizonte, na zona Norte de Teresina.

Segundo o comandante da Força Tarefa da Secretaria Estadual de Segurança, major Aurivan Nunes, foram mortos pela Polícia Militar (PM) porque reagiram às suas prisões Marcos Patrício Alves Moura, o Godô, de 21 anos, foragido da Penitenciária Major César de Oliveira, em Altos (42 km de Teresina) que respondia a cinco processos judiciais, sendo que três deles quando era adolescente, e tinha passagens pela polícia por receptação e roubo majorado; e Renato Azevedo dos Santos, o Renatinho, de 18 anos, que era foragido da Justiça e tinha passagens pela polícia por roubo a motocicletas e outros crimes.



Segundo ele, foram presos em flagrante acusados de participação no assassinato do cabo Raimundo Alves, E.C.S., de 33 anos, proprietário do carro, um automóvel Siena cinza, usado no crime contra o policial militar; G.K.S.B., de 20 anos, deficiente das duas pernas e comandante da quadrilha); e a dona de casa M.E.P.S., de 54 anos, que deu guarita para quadrilha e era receptadora de produtos roubados.

O major Audivam Nunes afirmou que, após a localização do Siena, na rua Azenha, no Parque Universitário, por policiais do 5º Batalhão da Polícia Militar (BPM), e prisão de E.C.S., proprietário do veículo, foram desencadeadas ações policiais pela DINT (Diretoria de Inteligência da Polícia Militar do Piauí), conjuntamente com a Força Tarefa.

“Essas ações culminaram com as prisões de G.K.S.B. e M.E.P.S., na Rua dos Canários, no Parque Universitário, na zona Leste de Teresina, e o alvejamento de Godô, que recebeu a polícia a bala.

Godô foi baleado pelos policiais militares, socorrido encaminhado ao Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

O major Audivam Nunes falou que, de posse de novas informações, foi direcionada a operação policial para o bairro Vila Santa Bárbara, na zona Leste, contando com o reforço do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), da Força Tática e da Polícia Civil (PC), quando o outro acusado, o Renatinho, recebeu a polícia a tiros e foi alvejado, sendo socorrido também ao HUT, onde não resistiu aos ferimentos e morreu.

Nenhum comentário: