PLANTÃO POLICIAL

[Policial][bleft]

VARIADAS

[Categorias][bsummary]

CIDADES

[Cidades][twocolumns]

Entrevista| Gedison Alves pré-candidato a prefeito em Marcos Parente do Piauí, conheça sua historia e o seu legado


O Portal Tinguis dando continuidade ao projeto “série de entrevistas” nesta conversamos com mais um pré-candidato à prefeitura de Marcos Parente Dr. Gedison. Reforçamos quanto ao intuito deste quadro que é apresentar para a comunidade marcoenses os pretensos (as) a assumir a gestão no poder executivo na qualidade de prefeito (a) de Marcos Parente – PI em 2021. O médico já teve a oportunidade de ser testado em duas oportunidades, e até assumiu um mandato tampão em novembro e dezembro de 2016.

O Gedison Alves Rodrigues,47 anos Profissão Médico, casado com dois filhos e um enteado é do partido Movimento Democrático Brasileiro (MDB). Tem o apoio da sua mãe ex-prefeita Juraci Alves que é ativa e possui uma base consolidada, afirma sentir-se preparado para realizar uma campanha organizada e focada. Conta também com apoiadores e lideranças locais em prol do projeto político do médico.

O Tinguis atual Marcos Parente da qual apelidamos carinhosamente de “Princesinha do sudoeste piauiense” aos 57 anos de emancipação política, com uma rica história que outrora fazia parte do município de Guadalupe, que em outros momentos eram abastecidos pela produção local, e com o desenvolvimento da área irrigada platôs e o cultivo de fruticultura, hortaliças às margens do Rio Parnaíba. Com isso passou a abastecer a região e Brasil a fora.

Portal Tinguis (p.t): Mesmo já passados quase quatro anos do último pleito o seu nome continuou sendo uma opção, e boa parcela da população avaliam o apoia, ou seja, é uma propositura que parece ser natural, para a possível candidatura a prefeito de Marcos Parente, nas eleições do dia 15 de novembro como o senhor avalia essa possibilidade? Considera-se preparado para assumir a administração em 2021? Justifique?

Gedison Alves (GA): Mesmo com dificuldades, eu venho mantendo e sustentando a oposição desde 2012. A minha candidatura vem sendo construída e solidificada desde então. Se Deus permitir, continuarei lutando e deixo o meu nome a disposição do povo de Marcos Parente. Irei continuar buscando uma oportunidade para programar em nosso município os projetos sociais e político, dos quais venho apresentando e defendendo perante a comunidade há vários anos. Sinto-me preparado e com maturidade para assumir a missão e o desafio de fazer um excelente trabalho pelo bem de nossa cidade.

Portal Tinguis (p.t): As alianças políticas sempre foram e são fundamentais no processo de construção de um projeto político, diante da condição, como está sua articulação política no partido e outras siglas? E qual o percentual e a hipótese do senhor disputar a eleição?

Gedison Alves (GA): Sou pré-candidato pelo MDB. A composição está sendo feita com o PT (ex-partido do atual prefeito) e o PL representado pelo ex-vereador Jonas Rocha, Vilmar Guimarães e conversando com Geovane Martins, se confirmando fortalecerá o grupo. O Partito dos Trabalhadores (PT) que tem como presidente o Dr. Ricardo que é um jovem médico que vem se destacando na política local. Más sem dúvidas o nosso maior aliado é o povo marcoense que está visivelmente cansado de sofrer com o fracasso e a ineficiência dos últimos 12 anos de gestão.

Portal Tinguis (p.t): Existem disputas internas que podem inviabilizar sua candidatura? Se sim já foram sanadas, o grupo é coeso?

Gedison Alves (GA): De forma alguma. Não existe nenhuma disputa interna. Entendo que cada eleição tem uma história, metodologia, dinâmica e condução diferente. Há uma rotatividade de lideranças uns saem e outras aderem ao projeto. É assim que funciona no processo político que é democrático. Nosso grupo teve baixas ao mesmo tempo, adesões e reforços significativos que com certeza farão a diferença. Portanto, o grupo é coeso, representa e tem aceitação da maioria do povo de Marcos Parente.

Portal Tinguis (p.t): Na sua avaliação, quais os atributos necessários para ser um bom prefeito?

Gedison Alves (GA): Penso que ninguém deveria pleitear um cargo eletivo simplesmente por questões como status,”glamour”, e ambição. Quem se propõe a ser gestor tem que ter um projeto político convincente, e não um projeto pessoal de poder. Entendo que o objetivo principal de um gestor é atuar para melhorar substancialmente a qualidade de vida do seu povo. Diante do exposto torna-se fundamental que se tenha visão, vontade política e sensibilidade social, maturidade e equilíbrio. Carece compreender e estruturar a gestão com uma equipe que possa contribuir na administração, em contrapartida, deixar fluir e identificar as carências e criar plano de ação com objetivos de sanar, e ao mesmo tempo zelar pela transparência da gestão, com responsabilidade e sendo eficiente.

Portal Tinguis (p.t): Quais áreas da Administração o senhor vê que carece ser priorizada na gestão pública? Por quê?

Gedison Alves (GA): A primeira grande proposta é trabalhar com transparência e a eficiência na aplicação dos recursos públicos. Não apenas por uma questão de moral e ética, e sim pela lógica do trato a coisa pública. Nosso município é pequeno e depende em quase sua totalidade de repasses do governo federal, tendo em vista a arrecadação de ICMS ser pequena. Não temos no município atividades que geram um volume expressivo de arrecadação. Portanto, não cabe ao gestor desviar, apropriar-se dos recursos públicos que é limitado, pois, vindo ocorrer obviamente não vai sobrar recursos para novos investimentos. Com certeza a administração vai ser fadada ao fracasso sem precedentes, além de não atender as expectativas da população que o elegeu. Acredito que governar com transparência, eficiência e responsabilidade, aplicando os recursos de maneira correta irá elevar a qualidade dos serviços públicos, a qualidade da merenda escolar, equipar e melhorar a resolutividades dos serviços de saúde, investir em infraestrutura, pavimentação (calçamento), gerar trabalho e renda, fortalecer o comércio e a economia local, etc.

Portal Tinguis (p.t): Marcos Parente tem se destacado na região, principalmente ao comércio local que ao passar dos anos vem se consolidando. O senhor avalia que é possível melhorar ainda mais esses índices? De que forma?

Gedison Alves (GA): Um bom gestor tem que procurar despertar no seu povo, o espírito de empreendedorismo. Oferecer ferramentas através das quais se possam gerar trabalho e renda. Fomentar e fazer parcerias com o terceiro setor. O bom gestor deve ser transparente e se comprometer, a ponto de criar alternativas e mecanismos para o fortalecimento da economia local. A Prefeitura deve atuar como parceira, priorizar o comércio de Marcos Parente, fazendo com que os recursos sejam geridos e que circule no próprio município.

Portal Tinguis (p.t): Quais as suas principais sugestões para a cidade, como pré-candidato a prefeito?

Gedison Alves (GA): Assim que a campanha for oficializada, conversaremos detalhadamente sobre cada proposta que compõe o nosso plano de governo.

Portal Tinguis (p.t): O que o motivou a ser novamente pré-candidato a prefeito de Marcos Parente? E por ser filho de ex-prefeita julga que isso atrapalha ou ajudará na sua eleição?

Gedison Alves (GA): Sou pré-candidato,em primeiro lugar,porquê tenho um projeto social e político pra Marcos Parente. Venho apresentando e defendendo esse projeto desde de 2012,projeto este que tem como grande desafio e objetivo melhorar a qualidade de vida das pessoas. Em meio ao ceticismo,a descrença no meio político, precisamos mostrar que ainda tem nomes bons,pessoas boas e bem intencionadas, preparadas para fazer um trabalho decente. A possibilidade de ser prefeito não me deixa envaidecido,muito pelo contrário, deixa-me motivado a estar mais uma vez buscando uma oportunidade pra fazer uma gestão que faça a diferença, que fique na história. Caso contrário, não valerá a pena pra mim.Quanto a ex-prefeita Juraci, sou meio suspeito pra falar, mas considero a política que já mais serviu ao povo de Marcos Parente,aquela que mais já trabalhou pela nossa cidade. Se a gente for listar tudo que Juraci fez pelo município, não vai sobrar muito para os outros. Cometeu erros sim, pagou e tá pagando. Espero que os outros também paguem. Afinal, a justiça é para todos

Portal Tinguis (p.t): Na atual conjuntura política do país, há quem se definem de direita, esquerda, centrão, como classifica sua posição política? E como pretende atuar sendo eleito?

Gedison Alves (GA): O nosso país encontra-se hoje bem polarizado entre essas duas vertentes. Está dividido por uma discussão tosca, chata e batida entre a direita e a esquerda. Isso não é bom para o Brasil, não leva a lugar nenhum. Atravessamos um momento delicado, vejo que unir forças e um caminho a ser seguido, e deixar de lado essa guerra ideológica. Portanto nos definimos como: Nem direita, nem centro e muito menos de esquerda, sou mais Brasil.

Portal Tinguis (p.t): Marcos Parente é uma cidade que tem sua característica própria, como exemplo uma população baixa, assim como vários outros municípios da região, e os problemas são diversos como baixa geração de empregos, saúde dispendiosa, a falta de infraestrutura em alguns bairros. Caso seja eleito, quais ações pretende implantar, tendo em vista o município depender de mais de 90.01%? Do FPM.

Gedison Alves (GA): Como disse anteriormente, a nossa arrecadação são baixos, logo os recursos são limitados. Reformular requer retidão e transparência. Tornando-o de fundamental importância a aplicabilidade dos fundos destinados nas diversas áreas e a transparência é um caminho a ser seguido. A responsabilidade e eficiência são obrigatórias na administração pública assim como em outras iniciativas. Somente assim sobrarão recursos próprios do município para investir em infraestrutura, e com isso melhorar a qualidade dos serviços públicos, gerar trabalho e renda, fomentar a agricultura familiar e o terceiro setor, fortalecer a economia e o comércio local, etc.

Portal Tinguis (p.t): Temos visto a evolução do PIB de Uruçuí e sabemos que graças ao agronegócio, e que já estão desmatando áreas no município de Marcos Parente como é o caso dos Cupins, como pretende atuar com o desenvolvimento do agro no município? E como você avalia essa transformação?

Gedison Alves (GA): Os novos arranjos quando implementados são fundamentais para o processo de desenvolvimento de nosso município, e se vier a ser ampliado será bem recebido. Porém é importante ficar sempre antenados com a sustentabilidade do meio ambiente. O desenvolvimento também vem junto outros problemas, por isso a preservação de nossas áreas deve caminhar junta.

Por fim nesse primeiro momento agradeço a atenção coloco-me a disposição do portal, pois, quando decidimos enfrentar um desafio desta magnitude, logo renunciamos a nossa profissão, família por um determinado tempo para se dedicar ao trabalho de campo e atenção quase que exclusiva. Contudo nos sacrificamos em prol de alcançar as metas e os objetivos ao pleito. Falo por experiência pelo fato de já ter participado em duas oportunidades da disputa eleitoral no município, sei como funciona e quais os traumas que estamos submetidos durante percurso. Vejo que cada conjuntura possui características diferentes, e nosso papel é exercer com responsabilidade e o cuidado necessário lamentar e arrepender-se não trago comigo esses sentimentos e sim o desejo de lutar e lutar. O tempo não é nosso, más creio em Deus e que seja feito a sua vontade, e se chegarmos à vitória no dia 15 de novembro iremos desenvolver um trabalho com responsabilidade e de excelência em nossa cidade a parti de janeiro de 2021. E que possa ficar gravado na memória dos marcoenses sinto-me preparado com maturidade e equilíbrio, e o reconhecimento pode ser medido a partir dos resultados positivos nas eleições. Precisamos acreditar e somar forças juntos, um grande abraço e que Deus abençoe a todos nós!

João Almir Mendes de Sousa é Escritor e Produtor cultural especialista em Políticas Públicas, administrador do Portal Tinguis. É o autor do livro “Tinguis Di Repente 50, e Por uma cultura desenvolvida. Já foi Vereador e Secretario de Cultura e Juventude no Município de Luziânia Goiás.

Brasília – 04 de agosto de 2020.

Nenhum comentário: