PLANTÃO POLICIAL

[Policial][bleft]

VARIADAS

[Categorias][bsummary]

CIDADES

[Cidades][twocolumns]

Filho é preso acusado de matar pai adotivo com tiro na cabeça em Bertolínia

 


A Polícia Civil do município de Uruçuí, no extremo sul do Estado, realizou o cumprimento de mandado de prisão contra um homem, que não teve sua identidade revelada, acusado de assassinar o próprio pai adotivo, o idoso Geraldo de Sousa Brito, de 70 anos, com disparos de arma de fogo na região da cabeça. O caso ocorreu na zona rural do município de Bertolínia na manhã do dia 12 de novembro deste ano. 


De acordo com o delegado titular da delegacia de Polícia Civil de Uruçuí, Francisco Célio Campos, o mandando de prisão foi expedido pela comarca de Manoel Emídio após ter tido parecer favorável do Ministério Público do Piauí. “Reunimos vários elementos de informação a respeito do caso e repassamos ao Ministério Público, que deu parecer favorável ao mandado e fomos cumprir hoje. Ele foi preso próximo a sua residência”, explicou, durante entrevista à imprensa.

Segundo Célio Campos, as investigação ainda estão em curso por haver a possibilidade de outros envolvidos no homicídio. O corpo do idoso foi encontrado após a polícia ser acionada para identificar o proprietário de um veículo modelo Saveiro, de placa PIM-9238, que estava abandonado na rodovia PI-218, próximo a entrada da cidade de Jerumenha. Durante a investigação a polícia constatou que o veículo pertencia a uma mulher, mas estava sob responsabilidade do idoso. Sobre as motivações do crime, o delegado informou que ainda estão sendo investigadas. 

O caso

O idoso Geraldo de Sousa Brito, de 70 anos, foi encontrado morto com marcas de disparos de arma de fogo na cabeça no início da manhã desta quinta-feira (12), em sua residência localizada em um sítio na zona rural do município de Bertolínia, região sul do Piauí.

O corpo foi encontrado após a polícia ser acionada para identificar o proprietário de um veículo modelo Saveiro, de placa PIM-9238, que estava abandonado na rodovia PI-218, próximo a entrada da cidade de Jerumenha. Durante a investigação a polícia constatou que o veículo pertencia a uma mulher, mas estava sob responsabilidade do idoso. Ao ir até a residência de Geraldo de Sousa encontraram o corpo dele com marcas de disparos de arma de fogo na cabeça. A Polícia Civil foi acionada pelos agentes da PM que localizaram o corpo, isolaram a área para realização da perícia. O caso será investigado pela Polícia Civil do município de Uruçuí.

Nenhum comentário: