Vídeo: Pais instalam câmeras e flagram babá agredindo criança


Uma babá de 22 anos foi presa após agredir uma menina de um ano em Bom Despacho. A agressão foi registrada por uma câmera escondida que foi instalada na casa pelos pais das crianças. A babá teve o flagrante confirmado pela Polícia Civil que representou pela prisão preventiva para que ela continue presa até o julgamento.

A Polícia Militar (PM) foi chamada no momento em que os pais presenciaram a agressão por meio do celular onde as imagens eram transmitidas ao vivo. É possível ver quando a babá dá um tapa na menina e, em seguida, a repreende. Logo após, pega a criança pelo braço e a joga no chão. Assim que viram as cenas, os pais chamaram a polícia, que fizeram a prisão.



Após ser presa pela PM, a babá foi levada para a delegacia onde confessou as agressões, justificando que passava por momentos difíceis. Ela foi autuada e mantida presa. O delegado do plantão Rodrigo Noronha disse que um inquérito será aberto para apurar o caso.

“Ela está sendo imputada pelo crime de tortura, tendo em vista que, na condição de babá, ela é responsável pela segurança das crianças e não por agredi-las”, detalhou o delegado.Os pais disseram à PM que as suspeitas de que as filhas poderiam estar sofrendo maus-tratos começaram quando a criança de dois anos, começou apresentar mudança de comportamento.


A família contou aos militares que a babá trabalhava à tarde, até 18h, período em que o casal não fica em casa. Os pais disseram em depoimento que quando se aproximava a hora da babá chegar, a filha mais velha do casal corria até o portão e o trancava, para impedir que ela entrasse.

O comportamento chamou a atenção dos pais que notaram certo nervosismo das crianças na presença da garota. O que chamou ainda mais a atenção deles foram alguns hematomas que as crianças começaram a apresentar sem causas aparentes.

Suspeitando de agressões por parte da jovem, eles instalaram uma câmera de segurança em um local escondido, na sala da casa, para flagrar os atos da babá. Ela trabalhava na residência desde fevereiro.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.