Zé Santana se candidata a eleição do TCE, e quer apoio de Themístocles


O deputado licenciado Zé Santana (MDB), secretário estadual da Assistência Social (Sasc), conversou com a imprensa nesta quinta-feira (19) sobre a sua candidatura ao cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI). Ele disse que ficaria muito feliz se contasse com o apoio do presidente Themístocles Filho (MDB), que até o momento não se manifestou sobre a eleição.

Santana destacou a importância do apoio de Themístocles na escolha do novo conselheiro e que seria uma alegria contar com a sua ajuda. “Ele é o presidente da Casa há diversos anos, inclusive, a gente tem estado lado a lado com ele durante todo esse período e, indiscutivelmente, ele tem poder de persuasão muito maior perante alguns colegas e tem essa influência de liderança indiscutível, certamente será algo por demais importante para qualquer candidato, e eu me alegraria muito se pudesse estar contando com essa interferência, com essa ajuda e com esse apoio dele”, afirmou.

Com seis deputados do MDB, Zé Santana ressaltou que já conta com o apoio de João Mádison, Pablo Santos e Henrique Pires e que apenas Themístocles e Severo Eulálio ainda não se manifestaram. Ele declarou reforçou ainda que o presidente do partido, Marcelo Castro, pediu o apoio de todos à sua candidatura.


Zé Santana

“Oficialmente, o deputado Marcelo Castro, que é presidente do partido, deu entrevista pela manhã dizendo que vai pedir aos demais companheiros do partido que possam estar integralmente votando no único partido, mas até agora, nós somos 6 deputados do MDB, e dois ainda não deram manifestação pública, nem contra e nem a favor”, explicou Santana.

O secretário disse também que tem dialogado com todos os deputados em busca do voto deles. “Temos dialogando durante todo esse período com todos os colegas, temos, individualmente, conversado com um e com outro na busca deste voto como têm feito os demais candidatos. Estamos nessa luta buscando conquistar o nosso espaço”, declarou Zé Santana.

Críticas sobre ex-deputados no TCE

Zé Santana rebateu as críticas de quem não concorda com o fato de ex-deputados assumirem o Tribunal de Contas.

“Nós temos diversos exemplos de ex-deputados que estão hoje no tribunal, inclusive, o próprio Luciano Nunes que acabou de se aposentar é ex-deputado e todos desempenham ou desempenharam as suas funções de forma por demais aprovada sem nenhum tipo de questionamento e interferência quanto a isso. O que eu entendo que não pode deixar de ter é a questão da formação técnica e a própria lei já diz isso, ainda que sendo deputado ou não, mas precisa ter a questão da formação, experiência, reputação ilibada e tantos outros pré-requisitos”, defendeu o secretário.

Santana enfatizou ainda que o deputado é como qualquer cidadão e que não pode haver essa “discriminação”. “O que eu entendo que não pode haver é uma discriminação, um efeito inverso de, pelo fato de ser deputado, não poder concorrer, deputado é como qualquer outro cidadão e tendo as condições necessárias que a lei prevê e o edital exige pode concorrer normalmente até porque uma vez ascendendo ao cargo a primeira atitude dele é renunciar ao mandato”, finaliozou.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.